Baeta faz mais um bom jogo, sufoca adversário no segundo tempo, mas acaba derrotado

Foto: Maria Cláudia Bonutti/EPTV

Nesta última quarta-feira, o Tupynambás foi derrotado pelo Boa Esporte por 2 a 1 em Varginha, partida válida pela 7ª rodada do Hexagonal Final do Módulo II do Campeonato Mineiro. Com o resultado, o Baeta permaneceu com 3 pontos na tabela de classificação. Faltam três rodadas para o término da competição.

O Tupynambás entrou disposto a fazer mais uma boa partida no Hexagonal Final, embora os resultados não tenham acontecido, a equipe tem tido atuações muito equilibradas. A partida no primeiro tempo foi bastante truncada, com chances para os dois lados. O jogo seguia bastante equilibrado até que aos 30’, quando o árbitro Flávio Henrique Coutinho expulsou o meia Ramon do Boa Esporte após um tapa no rosto de Marcelo Brandão. Contudo, quando o Baeta controlava a partida e levava o 0 a 0 para o vestiário, aos 42’, após uma falta duvidosa na lateral direita de ataque dos donos da casa, Igor Brondani subiu de cabeça e marcou o primeiro gol do Boa.

Na volta do intervalo, o Tupynambás decidiu partir pra cima, mas foi o Boa logo aos 2’ que assustou, após o atacante João Carlos entrar livre e finalizar no canto esquerdo de João Paulo que acabou realizando uma grande defesa, a bola chegou a bater na trave e não entrou. Porém, na sequência, só deu Baeta. A equipe de Juiz de Fora passou a dominar quase todas as ações da partida e o Boa, com um jogador a menos, só se defendeu.

De tanto insistir, aos 45’, Assis acabou derrubado na área e o árbitro assinalou pênalti para o Tupynambás. Na cobrança, Ademilson, com a tranquilidade de sempre, bateu no canto alto do goleiro Luan e empatou a partida, resultado que era o mais justo por tudo que acontecia na partida. Aos 50’, o Baeta ainda teve a chance da virada numa falta próximo à área, mas Vinicius cobrou muito forte e sobre a meta de Luan. Na sequência, já aos 52’, o Boa acertou um rápido contra-ataque e o atacante, que surgiu livre, acabou sendo derrubado pelo goleiro João Paulo dentro da área. O árbitro assinalou pênalti, Radamés bateu e fez o gol da vitória do Boa. Final de jogo, Boa 2-1.

Nos outros jogos da fase final, o Patrocinense e Betinense empataram em 2 a 2. Já em Uberaba, o Nacional bateu os donos da casa por 2 a 0.

O próximo compromisso do Baeta será na segunda, dia 08/05, às 20h30, frente o Nacional de Muriaé, em Muriaé.

FICHA TÉCNICA

Boa Esporte 2 x 1 Tupynambás

Boa Esporte: Luan; Léo Baiano, Brondani, Douglas e Paulo Victor; Luiz, Elvis (Elivelton), Radamés e Ramon; João Carlos (Felipe Mationi) e Rodolfo (Danilo).  Técnico: Julinho Camargo

Tupynambás: João Paulo; Arlan, Thales, Marcus Pinguim e Lucas Hipólito; Marcelo Brandão, Gustavo (Ygor), Igor Henrique (Vinicius) e Igor Soares; Tony (Assis) e Ademilson. Técnico: Lúdyo Santos

Gols: Ademilson (46’ 2ºT) Tupynambás; Brondani (42’ 1ºT) Radamés (52’ 2ºT) Boa Esporte

Cartões amarelos: Thales, Marcelo Brandão, João Paulo e Igor Rayan (Tupynambás); Elvis, Léo Baiano e Douglas (Boa Esporte)

Cartões vermelhos: Ramon (Boa Esporte)

7ª rodada do Hexagonal Final do Módulo II do Campeonato Mineiro 2017

Local: Estádio Municipal Dilzon Melo (Varginha)

Data: 03/05/2017

Horário: 20h

Árbitro: Flávio Henrique Coutinho Teixeira (CBF 2)

Assistentes: Marconi Helbert Vieira (CBF 1) e Warllen Breno da Paixão Salgado Ouro (FMF)

Para um Baeta cada vez mais forte e competitivo dentro e fora de campo, precisamos da força do nosso torcedor! Seja Sócio-Torcedor do Tupynambás, ganhe uma série de vantagens e ainda contribui para o fortalecimento do clube! Clique e sinta o orgulho de ser um Leão do Baeta!

(Este material está liberado para reprodução. Os órgãos de imprensa devem citar o Site Oficial do Tupynambás Futebol Clube como a fonte da informação).

Compartilhe